Sustentabilidade

A Multifuncionalidade dos Espaços :: Rodrigo Espíndola Arquitetura Sustentável
A Multifuncionalidade dos Espaços
ver todas

A Multifuncionalidade dos Espaços

21/01/2019

Estamos tão acostumados a utilizar algumas das funções básicas dos ambientes internos ou externos que não percebemos tantas outras possibilidades que estes podem nos proporcionar. Nos ecossistemas naturais, percebemos que cada elemento tem uma infinidade de funções que contribuem para a manutenção da sustentabilidade daquele meio. A árvore proporciona sombra, abrigo para fauna e flora, alimento, captação de carbono, fornecimento de oxigênio, regulagem de temperatura, estabilidade do solo, gerenciamento do fluxo de águas pluviais e muitos outros. O que difere uma parede de um biombo? Suas funções. Um biombo tem como função básica bloquear a visão entre espaços, enquanto a parede tem a função de vedação acústica, térmica, estrutural, além de bloquear a visão. Mas podemos atribuir outras funções a um biombo que contribuirão com as tarefas do usuário e/ou manutenção do ambiente, como por exemplo, agregar uma tela de projeção, quadro de anotações, jardim vertical, etc. Os freezers de supermercados podem ter a função de aquecer água além de congelar alimentos. Um telhado verde tem a função de isolamento térmico, retardo de águas pluviais, filtro de poluentes, manutenção do ciclo ecológico, etc, além da função básica de cobrir e proteger um espaço. Em um jardim, por menor que seja, podemos filtrar água e ar, produzir alimentos, relaxar, compostar, criar abelhas, formar um ecossistema, etc. Um espaço que é usado como quarto durante a noite pode se transformar em um escritório durante o dia, utilizando paredes móveis e camas multifuncionais que dobram para dentro de armários. E uma piscina que é usada durante o verão pode se transformar em um deck durante o inverno. Já vivemos um momento em que não dispomos de abundancia de recursos e espaços com infraestrutura necessária. Quanto menos metros quadrados construirmos menos utilizamos recursos. Portanto, para que seja possível sustentar a vida humana neste planeta, precisaremos otimizar processos e espaços. E a estratégia para um espaço multifuncional é o planejamento.